segunda-feira, dezembro 1

-

Eu ia sair de casa quando começou a chover.
Botei o pé na calçada e voltei.
Entreabri a janela e sentei.

Acendi um cigarro no engrossar da água.
Desisti do que ia fazer e avisei,
que não saia com chuva, que era lei.

Um homem e seu tempo precisam se encontrar.
E um dia que o tempo chegue,
não deve o homem fugir, não sem encará-lo de frente.
Corajoso e odioso. Como às vezes deve-se ser.

Nenhum comentário:

Postar um comentário