quarta-feira, abril 21

.

Eu sou o Eu montado.
O eu inexistente,
às vezes até incoerente.
Quando desmontado?
Desmontado sou eu diferente,
tenho até medo de gente.

2 comentários:

  1. Obrigada pela visita e pelo comentário gentil,André.Você é
    muito bem vindo,sempre.Adorei seu post,
    essa forma de expressar as coisas,direta,curta,objetivamente,me atrai muito.

    Beijos
    Pat.

    ResponderExcluir
  2. Post ótimo! Muito bom mesmo.
    Já estou seguindo você!

    ResponderExcluir