segunda-feira, março 29

Balanço

Como gostaria em meus tempos de juventude, que não se foram a muito, de ter a reveleção que agora tenho. Por que não me veio alma celeste capaz de convencer-me? Por que não ouvi quando me gritaram? Agora minha tristeza não se resume aos anos que perdi, mesmo por que eles não foram plenamente perdidos. Minha tristeza se perfaz nas pessoas que perdi enquanto perdia a oportunidade de viver, o mundo que me era disponível a pouco tempo atrás tornou-se um vazio distante e inatingível. Penso no futuro, mas sei que meu passado não vai me deixar. Meus erros são meus demais para serem desfeitos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário